Sucesso na internet antecipa volta de Luiza, que está no Canadá

Gerardo Rabello, colunista social em João Pessoa, agora é conhecido como ''o pai da Luiza''

Todo mundo vai gostar de ler este texto, “menos Luiza, que está no Canadá”. Não entendeu? A expressão, que aparece em um vídeo de publicidade imobiliária na Paraíba, virou hit na internet e invadiu murais no Facebook, posts no Twitter, Tumblr e foi citada em shows de Lenine, Chiclete com Banana e Jorge Aragão.

Comercial mostra família reunida… Menos Luíza, que está no Canadá

Rabello, que trabalha há 25 anos como jornalista e atualmente é colunista social, explica que foi convidado por uma agência publicitária de João Pessoa para participar com sua família de uma propaganda de um novo empreendimento imobiliário na capital. Figura conhecida na região, Rabello explicou à agência que sua filha Luiza estava fazendo um intercâmbio no Canadá e não participaria.

“Quando recebi o texto, dizendo que minha filha estava no Canadá, não achei nada demais, ficou até mais natural”, lembra Rabello. Mas o vídeo final, veiculado na terça (10) em uma grande emissora de TV da região, tomou então “vida própria”.

A repercussão inicial, explica Rabello, foi um tanto negativa. “As pessoas se sentiram atingidas, como se aquilo fosse um pedantismo.” Mas poucos dias depois, surgiu a hashtag #LuizaEstánoCanadá, e o cenário mudou de figura. “Agora eu e minha família estamos achando tudo muito divertido e criativo. O tom é de brincadeira”, comenta o jornalista.

Luiza, apavorada no Canadá

Alheia à repercussão da propaganda gravada por sua família na Paraíba, Luiza começou a receber milhares de recados no seu perfil do Facebook. A página teve tantos acessos, diz o pai da jovem, que chegou a ficar indisponível.

“Ela ficou apavorada”, resume Rabello. Depois de o pai explicar o ocorrido, Luiza contou à família que até mesmo os colegas de escola no Canadá já estavam a par do sucesso dela nas redes sociais.

A adolescente, continua o pai, já recebeu propostas de diversas empresas para gravação de comerciais. A prioridade, contudo, é da construtora que fez o primeiro comercial. “Agora as pessoas se referem ao empreendimento como ‘Prédio da Luiza’. Eu já não sou mais o Gerardo Rabello, virei o ‘pai da Luiza’”, brinca.

Luiza, que está no Canadá (a frase é irresistível), deve voltar em breve para o Brasil. A data não foi revelada por Rabello, que se limitou a dizer que o retorno, tamanha a repercussão, foi antecipado. O jornalista frisou ainda que a filha tem “carta branca” para aproveitar ou não o sucesso instantâneo.

“A intenção não era transformar a Luiza em superstar. Ela é dona de si, experiente em conviver com a mídia e equilibrada. Se ela quiser aproveitar a fama, tudo bem, aqui em casa somos democráticos.”

Veja também:   – 

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: